Não é de hoje que os vereadores vêm fazendo história na política do país. Para quem não sabe, no Brasil, a primeira Câmara Municipal surgiu em 1532, na antiga Capitania de São Vicente, ou seja, essa função existe desde o período colonial e sempre teve como objetivo zelar pelos bens do município. No entanto, na Era Vargas (1930 e 1945), o presidente decidiu extinguir essa função, passando então todas as responsabilidades para os poderes do Executivo. Após o período Vargas,  o cargo de vereador voltou a existir, com a missão de desempenhar um papel cada vez mais significativo no desenvolvimento das cidades.

A palavra vereador deriva do verbo “verear”, que significa administrar e governar. Como integrante do Poder Legislativo Municipal, ele tem como função primordial corresponder os interesses da população perante o poder público. Entretanto, o trabalho desse representante tem duas vertentes: a primeira é o legislar, isto é, propor leis e votar em possíveis projetos (seja para aprovar ou rejeitar). Já o segundo é monitorar o trabalho do Executivo Municipal, ou seja, do prefeito e seus secretários.

São amplas as responsabilidades de um vereador e as mesmas não podem se resumir apenas ao cuidado das leis do município. Por isso, são atribuídas diversas outras responsabilidades, como:

  • Modificar o zoneamento da cidade;
  • Estipular nomeações de patrimônios públicos;
  • Fiscalizar as contas da prefeitura;
  • Questões relacionadas à segurança, saneamento, limpeza, educação, saúde e meio ambiente.

Percebe quantas são as atividades desempenhadas por um vereador e nem sempre algumas não são efetivas ou assertivas por conta de alguns processos que ainda são feitos manualmente? Para que as demandas sejam solucionadas com mais veracidade, a Plenus desenvolveu o Legislar, um software exclusivo para câmaras de vereadores. E esse sistema, tem por objetivo auxiliar no controle dos processos legislativos. O Legislar foi criado especialmente para deixar mais prático as demandas, resultando assim na melhoria contínua das responsabilidades dos vereadores.